FÓRUM DEMOCRÁTICO | Aprovada programação dos fóruns mundiais da População Idosa e das Pessoas com Deficiência

Nos Estados

O Grupo Executivo de Acompanhamento de Debates (GEAD) de Políticas Públicas para o Idoso, do Fórum Democrático da Assembleia Legislativa, realizou (27), um seminário de organização do IV Fórum Social Mundial da População Idosa e do III Fórum Social Mundial das Pessoas com Deficiência, eventos que vão ocorrer no final de janeiro e início de fevereiro de 2019, em Porto Alegre. A atividade aconteceu no Espaço da Convergência, no térreo.

O evento recolheu informações em relação à situação dos idosos e pessoas com deficiência no país, para servirem de subsídio quando da realização daqueles eventos.

Dois painéis trataram da conjuntura dos idosos tanto em nível nacional como internacional. Entre os palestrantes, Fabio Porta, ex-deputado italiano, representando a UILP (Unione Italiana del Lavoro – Pensionati); Zhelide Quevedo, presidente da ANG - Associação Nacional de Gerontologia/RS; o professor Ernane Ervino Pfüller, pró-reitor de Extensão da Uergs – Universidade Estadual do Rio Grande do Sul; Plínio Sarti, vice-presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados Pensionistas e Idosos e Márcia Regina Silva Gebara, representando o Ministério de Direitos Humanos, coordenadora-geral de Políticas de Envelhecimento Ativo e Saudável.

Um terceiro painel debateu e aprovou uma proposta de programação do IV Fórum Social Mundial da População Idosa e III Fórum Social Mundial das Pessoas com Deficiência. Manifestaram-se, entre outros, Lélio Luzadi Falcão, presidente do Instituto Amigos do Fórum Social Mundial Porto Alegre; Patrícia Conceição Dutra Marcelino, Assistente Social do CIEE/RS e Presidente da Associação Canoense de Deficientes Físicos (ACADEF) e Nelson Khalil, do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Porto Alegre (COMDEPA) e Manoel Ernane Garcia Jr, Médico e Presidente da Cruz Vermelha Brasileira/RS.

Alguns dos assuntos tratados: a diferença entre a legislação e aquilo que efetivamente é realizado e assegurado em relação ao bem-estar dos idosos e pessoas com deficiência (alerta no sentido de que as pessoas com deficiência que ainda irão envelhecer terão, diante de si, dois problemas a serem enfrentados); dificuldades de acessibilidade e a busca de políticas efetivas nesta direção; a definição de políticas direcionadas a cuidadores e várias outras demandas ligadas a estes públicos.

Programação

O grupo reunido aprovou uma agenda de pré-programação do IV Fórum Social Mundial da População Idosa e do III Fórum Social Mundial das Pessoas com Deficiência, que ocorrerão de 28 de janeiro a 1º de fevereiro de 2019, prevendo mobilizações e eventos que discutirão, por exemplo, Respeito e Inclusão Social; Participação Cívica e Emprego (Mundo do Trabalho); Serviços Comunitários e Saúde: Comunicação e Informação e Transporte, entre outros temas. Sete locais deverão receber as reuniões, formando o chamado Território do FMS (Fórum Mundial Social) População Idosa 2019: Assembleia Legislativa; Câmara de Vereadores: sede da OAB seção RS; PUC; Sindicato dos Comerciários; Ufrgs e Ulbra, campus Porto Alegre.

Agenda

A previsão é que, em 18 de setembro, sejam realizadas as pré-conferências municipais do Idoso, cujas instruções de organização estão sendo disponibilizadas às entidades. Os detalhes e orientações podem ser acessadas no portal do Fórum Democrático no site da Assembleia Legislativa. Igualmente neste dia, no Espaço da Convergência da Assembleia, será realizada a pré-Conferência do Idoso da Região Centro da Capital. Durante estas pré-conferências serão escolhidos os delegados que terão direito a voto na Conferência Estadual do Idoso, a ser realizada em julho do próximo ano.