REVISÃO DAS APOSENTADORIAS | INSS também fará convocação para revisão da perícia por edital

Notícias

Extra (RJ) - Os segurados do INSS que não forem encontrados pelo Correios, quando o instituto começar a enviar as cartas de convocação para uma nova perícia médica, serão chamados por meio de um edital. Os nomes dos convocados não localizados serão publicados no Diário Oficial da União. Na primeira leva de correspondências, que começará a ser enviada na semana que vem, serão convocados os que recebem auxílios-doença há mais de dois anos, sem passar por reexames, e que têm até 39 anos de idade.

 Assim como os segurados chamados por carta, os beneficiários listados no edital de convocação terão que ligar para a central telefônica 135, a fim de saber a data de agendamento da perícia de reavaliação. Segundo o edital (confira abaixo), o segurado deverá, na data marcada, comparecer à agência sugerida, com atestados, laudos, receitas e exames. 

Quem não atender à convocação ou não comparecer à agência indicada na data agendada terá o benefício suspenso. O INSS também emitirá avisos aos segurados por meio dos terminais eletrônicos dos bancos, no momento de saque do benefício. 

Mais de um milhão de aposentados por invalidez serão convocados para o pente-fino. No caso do auxílio-doença, serão 560 mil beneficiários. O foco estará nos que recebem pagamentos há mais de dois anos, sem passar por perícias. Boa parte teve benefícios concedidos a partir de ações judiciais. No Rio, serão chamadas 88.570 pessoas com aposentadorias por invalidez e 41.344 que recebem auxílios-doença. 

No caso das aposentadorias por invalidez, a convocação deverá acontecer apenas em 2017. Segundo INSS, 2.500 médicos, do total de 4.200, participarão da revisão. A expectativa, segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP), é terminar o processo de revisão dos auxílios-doença até março do ano que vem.